fbpx
Estética

Qual a diferença entre o jato de plasma e o eletrocautério?

  •  por Casa da Estética

jato de plasma e eletrocautério

A eletroterapia é uma grande aliada da estética. Os aparelhos que funcionam com correntes elétricas apresentam ótimos resultados para várias disfunções. Entre os mais destacados atualmente estão o Jato de Plasma e o Eletrocautério. Há quem diga que eles são a mesma coisa, mas a ciência prova que não. Então, qual a diferença entre as tecnologias?

Apesar das técnicas de aplicação para versão estética serem parecidas (é possível encostar algumas ponteiras dos equipamentos na pele ou deixá-las há 2mm da pele) e tratarem praticamente os mesmos problemas (rugas, manchas, estrias, cicatrizes), elas agem de maneiras distintas. Veja, a seguir, as principais diferenças entre o Jato de Plasma e o Eletrocautério:

JATO DE PLASMA 

  • O equipamento é um gerador de plasma artificial, de corrente contínua, com alta tensão e alta intensidade.
  • Necessita de um meio condutor para realizar o procedimento.
  • Na área da estética trata, além das disfunções citadas acima, as telangiectasias.
  • Pode ser usado na área médica, trocando-se a ponteira e a intensidade do estímulo. A medicina pode adotar o aparelho para blefaroplastia não-invasiva, eliminação de verrugas, xantelasmas, entre outros.
  • Proporciona aumento da produção de colágeno do tipo 1, quimiotaxia, liberação de fatores de crescimento e restabelecimento da bioeletricidade celular.

Aparelho que indicamos: Jett Plasma

O Jett Plasma é o gerador de Plasma que possui 5 ponteiras e pode ter até 8 intensidades, sendo que profissionais da estética podem usar até a intensidade 5. Ele é apresentando em uma caneta portátil, ideal para quem trabalha home care ou atende em diversos estabelecimentos.

ELETROCAUTÉRIO

  • O equipamento tem corrente alternada de baixa tensão e alta intensidade, tudo para produzir uma lesão mediada e controlada na superfície da pele.
  • Dispara jatos de energia elétrica em um campo magnético seco, no caso, a pele, e não necessita de meios condutores.
  • Sua tecnologia pode ser despigmentante, inclusive para a remoção de micropigmentação. Além disso, proporciona a pigmentação em casos de leucodermias (manchas brancas da pele decorrente do excesso de exposição solar) e faz curetagem.
  • Amplamente difundido na área médica, hoje em dia, pode ser usado por profissionais de estética em intensidades mais baixas.

Aparelho que indicamos: New Skin

O New Skin possui tecnologia de eletrocautério com descarga de energia elétrica controlada. Ele é portátil e possui 7 ponteiras de Titânio autoclaváveis. O aparelho também emite a luz de LED vermelha com comprimento de onda de 660nm para bioestimulação, processo que acelera o processo cicatricial e a reestruturação da pele.