Estética

Qual a diferença entre a Criofrequência e a Criolipólise?

13 de novembro de 2018  •  por Casa da Estética

criolipolise

Quando o assunto é equipamentos que utilizam a tecnologia “crio”, tanto profissionais quanto clientes manifestam interesse. E não é à toa! As técnicas que usam as baixas temperaturas para eliminar as células de gordura e modelar a silhueta corporal apresentam ótimos resultados, quando bem aplicadas. Hoje, vamos falar sobre as diferenças entre duas das mais pedidas dentro desse assunto: criolipólise e criofrequência.

Criolipólise

Um dos motivos que faz a criolipólise chamar muita atenção é a promessa de que, em apenas uma única aplicação, ela pode eliminar de 20% a 25% da gordura no local aplicado. Mesmo assim, os resultados não são imediatos. Afinal, o processo de eliminação da gordura pode levar até 90 dias, começando a ficar mais aparente a partir do 10º dia.

Os aparelhos de Criolipólise agem através da sucção da pele e congelamento das células de gordura da região trabalhada. Após as células serem congeladas, os lipídios têm a estrutura alterada e o organismo começa um processo de eliminação.

Ou seja, a técnica é ótima para tratar os famosos “pneuzinhos” e melhora no aspecto da celulite! Porém, o aplicador não se encaixa em todo o corpo, sendo recomendado para algumas regiões, como abdômen, costas, braços e culote.

A dica de aparelho de criolipólise é o Polarys – um dos mais recomendados no mercado. Seu grande diferencial é a Criolipólise de Contraste. Clique aqui para saber mais.

Criofrequência

Alguns conhecem a criofrequência como a “radiofrequência fria”. Assim como a criolipólise de contraste, essa tecnologia também utiliza o frio e o calor para a eliminação da gordura. Mas não só isso! Ela também estimula o colágeno da pele.

A ponteira da criofrequência trabalha resfriando a superfície e emitindo ondas eletromagnéticas de alta potência. O encontro dessas duas temperaturas gera milhões de choques térmicos no organismo. Consequentemente, as células de gordura são quebradas para a eliminação. Além disso, a tecnologia estimula a produção de novas fibras de colágeno e elastina, promovendo o efeito lifting.

Por conta da ação de sua ponteira, a criofrequência pode ser considerada mais versátil, já que pode ser utilizada tanto em tratamentos faciais quanto corporais. É indicada para eliminar gordura localizada, tratar flacidez, o envelhecimento da pele e celulite.

Há vários aparelhos de Criofrequência no mercado e até mesmo os que são vendidos pela Casa da Estética, tais como o BHS 156 Full e o Axel.  

Quer saber em qual investir? Aqui, na Casa da Estética, temos uma equipe de profissionais na área da estética e fisioterapia que estão prontos para auxiliar você nessa tomada de decisão. Além disso, na compra do aparelho, você ganha o treinamento para saber como utilizar. Entre em contato e saiba mais!