Estética

Argilas, cores e indicações

7 de setembro de 2015  •  por Casa da Estética

argila

Desde a época do Egito Antigo até os dias atuais, a argila se mantém viva como uma poderosa matéria-prima. Derivada da terra, ela conquistou muitos povos durante muito tempo e isso ainda continua acontecendo. Suas funções são muitas: de medicinais a estéticas. E estas últimas tem ganhado cada vez mais destaque!

Samia

Samia Maluf, aromaterapeuta

A geoterapia, maneira como é chamado o tratamento com as argilas, é bastante versátil quando o assunto é beleza. “Além de tratar dores, inflamações e infecções, as argilas podem ser utilizadas para melhorar o aspecto da pele e dos cabelos”, salienta a aromaterapeuta Sâmia Maluf. Acne, celulite, pele oleosa, caspa, gordura localizada e outras disfunções estéticas têm sua cura ou melhora neste tratamento.

E não há só um tipo de argila existente na natureza (e no mercado). “Existem as brancas, verdes, amazônicas, amarelas, marrons, pretas, todas com características e indicações próprias”, explica Maluf. A aromaterapeuta nos ajudou a entender cada uma delas e suas respectivas indicações para a estética.

Veja abaixo os tipos de argila:

Argila Branca – É a mais suave de todas. Composta de silicato de alumínio hidratado, importante hidratante e antirradicais livres. Possui um pH muito próximo da pele, sendo indicada para peles sensíveis e máscaras faciais. É especial para clareamento de manchas, peles oleosas e desvitalizadas. Saiba mais sobre a argila branca.

Argila Verde – Ela pode ser usada por qualquer pessoa, pois tem pH neutro. Tem a maior concentração de minérios: óxido de ferro, magnésio, cálcio, potássio, manganês, fósforo, zinco, alumínio, silício, cobre, selênio, cobalto e molibdênio. É cicatrizante, desintoxicante, reguladora da produção sebácea, sendo ideal para peles oleosas e acneicas. Saiba mais sobre a verde.

Argila Cinza (ou Amazônica) – Nativa da Amazônia, é rica em nutrientes e sais minerais que ajudam a eliminar as toxinas da superfície da pele e ativam a regeneração celular. Indicada para controlar seborreia, rejuvenescimento com ação antioxidante, eliminar gordura localizada e celulite e aumentar a hidratação da pele.

Argila Amarela – É rica em dióxido de silício e silício. Seus sais minerais deixam o tecido mais rígido e saudável, aumentando a produção de colágeno. Especial para rejuvenescimento e efeito tensor, atuando na flacidez cutânea.

Argila Marrom – É mais rara, devido sua pureza. Tem silício, alumínio e titânio. Tem efeito rejuvenescedor do tecido, ativador da circulação e revitalizador celular. Possui ação purificante, adstringente, remineralizante, cicatrizante e antiacne.

Argila Preta – Conhecida também como Lama Negra é considerada um material muito nobre. É retirada de uma profundidade maior que 4 metros. Suas ações estimulante, antitóxica, nutriente, antisséptica, redutora e adstringente é também indicada para tratamentos corporais, pois ativa a microcirculação sanguínea. Saiba mais sobre a Argila preta.

hipercromia, aparelho de estética, argila